segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015




Querem o carinho que recebo? Deem o carinho que sou.
Querem o dinheiro que tenho? Trabalhem como trabalho.
Querem a inteligência que tenho? Estudem como estudei.
Querem o espírito que tenho? Rezem e procurem evoluir como eu.
Querem os sorrisos que tenho? Chorem minhas lágrimas.
Querem as amigas que tenho? Sejam amiga como sou.
Querem o talento que tenho? Olhem para dentro e encontrem o seu. 

Não há modo de plantar uma macieira e plantar laranjas. A macieira para sempre dará maçãs. Queres laranjas? Plante uma laranjeira. Queres um mundo como o meu? Plante-o, regue-o e, ao final, colherás algo seu, da mesma maneira que construiu ao longo do caminho.

quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Luiza



Cabelos de ouro. Olhos de esmeralda. Voz de sereia. Valiosa, rara, encantadora. Tem na voz a alma e na entrega o coração. 
Fascina. Emociona. Cativa.
    Desperta o amor mais puro, mais verdadeiro: aquele que é inexplicável. Ama-se pelo simples fato de amar. E esse amor liberta da alma os sentimentos mais belos e a mais profunda vontade de ser melhor.
     Sorri. Brilha. Tem a Luz mais forte, porque nela une-se todas as outras que por ela foram atraídas e Ilumina todo o seu redor. Volta-se para o outro e, por isso, todos os outros voltam-se para ela.
     Seus braços acolhem olhares marejados ou sorrisos escancarados. Acalentam corações gratos. Moldam abraços únicos. Fortes. Reconfortantes. Calmantes. Sustentadores. 
     Compartilha cada centelha de sua alma e, assim, faz com que todas as outras ao seu redor brilhem, alegrem-se.
     Gratidão. Fé. Paz. Esperança. União...Amor.