Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2008

O quer dizer CATIVAR?

"E foi então que apareceu a raposa:
- Bom dia, disse a raposa.
- Bom dia, respondeu polidamente o principezinho que se voltou mas não viu nada.
- Eu estou aqui, disse a voz, debaixo da macieira...
- Quem és tu? perguntou o principezinho.
Tu és bem bonita.
- Sou uma raposa, disse a raposa.
- Vem brincar comigo, propôs o princípe, estou tão triste...
- Eu não posso brincar contigo, disse a raposa.
Não me cativaram ainda.
- Ah! Desculpa, disse …
"Tem hora que bate uma tristeza tão grande
Que eu não sei o que fazer e nem pra onde ir
Há tanta coisa que eu queria dizer
Mas não tem ninguém pra ouvir
E eu choro
Sem ninguém ver
E eu choro"



Música "Choro" de Bruno e Marrone
Hoje eu descobri váriasss coisas importantes. Algumas muito tristes, outras muitooo doloridas, outras muito incomodas...enfim, todas elas muito importantes.

As duas primeiras foram: A importancia de se ter um óculos de sol(bom) por perto e o que é "Ulcera de cornea". Posso garantir uma coisa: esta, sem o primeiro, é dolorida demais!
Essa doença é uma perfuração causada por um virus ou bactéria, ou por um traumatismo. A suspeita é que a minha seja causada por um traumatismo(dá nisso você ter rinite alergica e ficar coçando o nariz a todo instante). Espero que seja mesmo, porque a médica disse que esse é o caso que dá menos trabalho para tratar. E eu não vejo a hora de me livrar desse incomodo. É horrivel. Parece que tem um cisco permanente no olho. Fora que qualquer luizinha provoca uma dor insuportável(sim, eu estou aqui. Sim, o monitor tem luz. Detalhes: o brilho do monitor está quase zero e o oculos de sol está no rosto desde cedo =] ). Viram como o oculos de sol é important…
Intromissão
Metódica, sistemática, e morando sozinha, a mulher cultivava pequenos prazeres, aos quais se dedicava nos fins de semana. Um deles era ler. Lia bons livros, sem dúvida, mas tinha uma queda especial pela leitura de revistas. E suas preferidas eram as revistas estrangeiras, de viagem ou decoração. Aqueles mundos coloridos a deixavam encantada, tinham o poder de transportá-la para muito, muito longe dali.
Suas tardes de sábado eram um ritual: recostava-se na cama e se dedicava a folhear as revistas que comprara na véspera, na simpática loja 24 horas a poucos metros de seu prédio. Começava pelo cheiro. Fechava os olhos e levava uma das revistas ao nariz. Não era só o odor da tinta ou do papel. Aquelas revistas estrangeiras tinham o cheiro de outra dimensão, com a qual a mulher, flutuando em sua cama, sonhava. O perfume que emanava das páginas fazia com que uma pequena fração daqueles mundos de fato se materializasse para ela. Depois, era o tato. Abria os olhos e começava a folhe…
....E então, naquela manhã,Deus compareceu ante suas doze crianças e em cada uma delas plantou a semente da vida humana. Uma por uma, cada criança deu um passo à frente para receber o Dom e a função que lhe cabia. PEIXES, venha cá... "A ti Peixes, não foi a toa que te deixei por ultimo, pois te dou a mais difícil de todas as tarefas. Peço-te que reunas todas as tristezas dos homens e as tragas de volta para Mim. TUAS LÁGRIMAS SERÃO,NO FUNDO,MINHAS LÁGRIMAS. A tristeza e o padecimento que terás de absorver são os efeitos das distorções impostas pelo homem à Minha Idéia, mas cabe a ti levar até ele a compaixão, para que possa tentar de novo. SERÁS TUA A MISSÃO DE AMPARAR E ENCORAJAR A TODOS OS TEUS IRMÃOS,FAZENDO-OS ACREDITAR QUE ELES SÃO CAPAZES,E SEMPRE PODEM TENTAR NOVAMENTE. Por esta tarefa, Eu te concedo o Dom mais alto de todos: TU SERÁS O ÚNICO DE MEUS DOZE FILHOS QUE ME COMPREENDERÁS. Mas este Dom do Entendimento é só para ti, Peixes, pois quando tentares difundi-lo entre o…

O poder das palavras - Parte 2

Foi numa noite chuvosa, com um lua maravilhosa. Estava pronta para visitar uma amiga no Rio de Janeiro. Como moro em São Paulo e detesto viajar de ônibus, comprei minha passagem área com uma grande antecedência. Estava tudo pronto. Pegaria o avião às 18h;Pedi a um amigo que me levasse até o aeroporto e combinei dele passar em minha casa por volta das 15h. Da minha casa até o aeroporto, a distância é equivalente a uma hora de viagem. Por via das dúvidas, preferi combinar cedo.Era preferivel ficar esperando,do que não conseguir pegar o avião.
Por causa da chuva, meu amigo não conseguiu sair de casa. Droga! Vou ter que ir de taxi!
Depois de quase uma hora, o carro chegou.
- Dona,desculpe a demora, mas sabe como é né? Esse trânsito. Ainda mais com essa chuva. É quase impossivel chegar rápido. - disse o motorista.
-Tudo bem - respondi, pensando no que eu tinha a ver com aquilo. Se ele tinha dificuldade de chegar até a minha casa, a empresa que enviasse algum outro motorista.
Primeira rua, tranq…

O Gigante Adamastor

Como pode um peixe vivo
Viver fora da água fria?
Como pode um peixe vivo
Viver fora da água fria?
Como poderei viver?
Como poderei viver?
Sem a tua, sem a tua,
Sem a tua companhia?




Post especial por dois motivos:
A saudade da Helena e do circo foi diminuida, mesmo que muito pouco, hoje. Isso já me fez ganhar a dia. E ela, como sempre, estava linda! Ponta maravilhosa - mesmo de improviso - , fita perfeita - mesmo que o Caio tenho dito que enrolou -, Gigante maravilhoso - mesmo não sendo o seu papel - , e voz linda - mesmo ela estando rouca! Amo por demais e sinto muitas saudades de não te-la mais todas as sextas feiras brigando comigo! "Vai moleza"!/Pra lembrar que o Camões não larga do meu pé nem nas férias! Depois de um semestre sendo minha companhia, achei que ele me daria férias, e me deixaria longe, pelo menos por um tempo,antes de um novo e…
Hoje foi mais um dia muito bom para observação. Num passeio por um dos eventos mais agitados dessa época - o Inverno Quente - aproveitei para fazer mais do que ver barraquinhas e comer(claro que isso também estava na lista de tarefas!): passei a observar o comportamento das pessoas.
Eu não sou tão velha assim, mas, nesses momentos, tenho impressão que nasci há mil anos atrás - que nem diria Raul Seixas. Ai eu lembro que não, que eu nasci somente há 19 anos e que o mundo, sim, é que ando mais rápido do que o suportado pelas minhas pequeninas perninhas. Eu não lembro de,com 10,11 anos, vestir roupas minusculas e me portar e querer viver que nem uma adulta. Até hoje ainda vivo mais como criança do que como adulta! Quando eu tinha essa idade as minhas únicas preocupações eram a escola, as bonecas e os passeios até o centro da cidade com a minha madrinha e minha avó. E já eram grandes problemas para mim! Mas eu vivi bem assim. Era uma época ótima da qual guardo as melhores lembranças.
Mas as…